PANDEMIA COVID19 -Artigo de opinião de Paulo Faria Ramos, Advogado

No seu interessantíssimo livro “Loura dolicocéfala”, Pitigrilli escreve: “É a estupidez, é o carneirismo, que faz andar a multidão de preferência por um lado do caminho e não por outro. As grandes correntes do pensamento, a espiritualidade de Platão, o Cristianismo, a Renascença, a Reforma, a Enciclopédia, a Declaração dos Direitos do Homem são balbucios diante da paralisadora energia, da resistência passiva da estupidez. É uma ampla associação organizada admiravelmente, com ramificações por toda a parte, regulada internacionalmente por um único estatuto, que impõe a assistência mútua aos seus membros, qualquer que seja a sua língua e a sua raça.” Vem isto a propósito desta pandemia que a todos nos atormenta. Sendo uma pandemia que acontece sem “culpa de ninguém” torna-se um enorme desafio para todos, cidadãos e Estados, uma vez que nos vemos confrontados com uma situação que, pelas suas implicações quotidianas, arrasta, ou nos arrasta, para situações peculiares. Sendo este um fenómeno de grande monta, inopinado, global, carece, na sua resolução, ou na luta contra o mesmo, de respostas radicais, globais e inclusivas. Feita a consciencialização de que estamos a atravessar um momento de grande provação, de dor e de perda, inclusive de vidas humanas, não é já tempo de prantear, mas de agir de forma enérgica, racional e honesta. É nestas alturas que mais confrange olhar para uns quantos líderes deste mundo, alguns até chegam à presidência de Estados (!), e os seus prosélitos e verificar a estupidez e a demagogia com que lidam com este problema que ora nos atormenta. Razão tem o autor já citado quando fala da “paralisadora energia” da estúpidez, cuja já tantas desgraças têm trazido a este mundo.


Leia o artigo na sua íntegra, sendo nosso assinante!


In his most interesting book “Loura dolicocéfala”, Pitigrilli writes: “It is stupidity, it is carnage, which makes the crowd walk preferably on one side of the path and not on the other. The great currents of thought, Plato's spirituality, Christianity, the Renaissance, the Reformation, the Encyclopedia, the Declaration of Human Rights are babbling in the face of the paralyzing energy, the passive resistance of stupidity. It is a broad organization, admirably organized, with ramifications everywhere, internationally regulated by a single statute, which imposes mutual assistance on its members, whatever their language and race. ” This comes with regard to this pandemic that plagues us all. Being a pandemic that happens without “anyone's fault” becomes a huge challenge for everyone, citizens and states, since we are faced with a situation that, due to its daily implications, drags us, or drags us, into peculiar situations. This being a phenomenon of great importance, unexpected, global, it lacks, in its resolution, or in the fight against it, of radical, global and inclusive responses. With the awareness that we are going through a time of great trial, pain and loss, including human lives, it is no longer time to mourn, but to act energetically, rationally and honestly. It is at these times that it is most confusing to look at a few leaders in this world, some even reach the presidency of states (!), And their proselytes and see the stupidity and demagogy with which they deal with this problem that now plagues us. Reason has the author already quoted when he speaks of the “energy paralyzer” of stupidity, whose already so many misfortunes have brought to this world Want read all article? Be our subscriver!

0 visualização
0CARRINHO
Quem somos