O CAFPT

O CAFPT (Centro de Avaliação Física e Prescrição de Treino) é um projeto inovador que tem como principal objetivo contribuir para a melhoria da condição física de todo e qualquer praticante de ciclismo, triatlo ou corrida, seja de competição ou lazer de uma forma segura, planeada e orientada. O CAFPT assenta nas necessidades que muitos praticantes têm em melhorar os seus conhecimentos e performances a nível físico, técnico ou mental. Visitamos  o espaço do Pedro Tomás, e,  numa conversa amena formos descobrir o projeto 100% in Portugal


Quem é o Pedro Tomás? Sou uma pessoa simples brincalhona e um autêntico apaixonado pela vida. Vivo o momento, pois não sei o que me espera no futuro e se ele é longo ou não. Cada vez mais, busco uma realização mental e espiritual. Sou determinado e luto pelos meus ideais. Concentro as minhas atenções na parte profissional e adoro novos projetos. Vivo para o ser mais importante na minha vida… o meu filho Salvador. Dou ainda especial importância ao amor e à amizade. Sou compreensível e gentil e adapto-me facilmente a diversas situações. Adoro estar em casa com a família ou amigos, mas preciso dos meus momentos sozinho. Normalmente sou tranquilo e harmonioso e procuro segurança, compreensão e afeto. Luto contra os meus próprios limites e restrições com vontade, determinação e imaginação, ultrapassando obstáculos para atingir o sucesso. Enfrentar os desafios é sempre estimulador. Eterno apaixonado pelo desporto, nomeadamente pelo ciclismo, com duas participações em duas provas do campeonato do mundo nos anos 90 na vertente de BTT e pela área do treino físico nas mais variadas modalidades individuais. Pontos positivos, disciplinado, apaixonado, brincalhão, amigo, organizado, confiante e honesto. Pontos negativos, rígido, crítico, excessivo, inflexível, inseguro e metódico.


Quando e Como surgiu o projeto CAFPT? A ideia do CAFPT surgiu no início de 2012, mas entrou em prática no final desse ano. Houve necessidade de estudar, investigar e reunir documentação fidedigna, assim como, procurar a pessoa certa para me aconselhar e me ajudar a desenvolver este projeto. Convém salientar que é um tipo de serviço muito recente no nosso país. Neste particular, não posso deixar de referir o nome da pessoa que foi o meu pilar de crescimento nesta área. O meu eis professor e amigo nos tempos de faculdade na área da biomecânica, o Dr.Orlando Fernandes. Após inúmeras conversas com ele, reuni o máximo de informação filtrada e, em conjunto, iniciamos o estudo do projeto. De referir que o serviço de Bike Fit é pura Biomecânica (ajuste da bicicleta ao atleta). No CAFPT trabalhamos com 3 áreas de referência, sendo uma delas a que nos deu projeção no mercado português, nomeadamente, o Bike Fit. As Avaliações Fisícas,o Planeamento e Prescrição de Treino e o Treino Personalizado, são as outras áreas em que trabalhamos de uma forma transversal com as diferentes modalidades. Contudo, quem nos procura são pessoas ligadas ao ciclismo, triatlo e corrida.


Qual é o teu maior desafio como empreendedor nesta área do Desporto em portugal, no Presente e no Futuro? O grande desafio é filtrar o profissionalismo nesta área. À semelhança do que acontece noutros países, em que a importância do Bike Fit, por exemplo, começa logo no processo de venda da bicicleta. É aí que tudo começa. No ato de compra eu tenho que adquirir uma bicicleta adequada para mim. Em função dos meus objetivos, dos meus hábitos de vida, das minhas limitações físicas, e claro, da minha disponibilidade financeira. Para isso é necessário procurar profissionais na área. Os “Fitter” Costumo dizer que cada parafuso que aperto numa bicicleta significa um ajuste no corpo do atleta. Atualmente a média de valor gasto em bicicletas ultrapassa os 2 mil euros. Valor alto demais para comprar algo que me traga prejuízo ao nível das minhas espectativas e saúde em vez de ser algo prazeroso. O grande objetivo é dar continuidade à forma como temos vindo a trabalhar. Sempre numa vertente clínica em que o serviço não se esgota no ajuste simples da bicicleta ao cliente. Seja profissional ou amador.


Como posicionas  IN PORTUGAL  esta área desportiva, a importância, atenção e cuidado que temos com ela? Atualmente esta área está pouco explorada IN PORTUGAL. O que faz com que os poucos que trabalham no mercado não sintam pressão e quando não existe pressão não existe evolução. Penso que todos os agentes desportivos desta área, nomeadamente escolas e clubes de ciclismo, corrida e triatlo e até as próprias lojas, têm um papel fundamental na evolução desta área. Afinal de contas é de saúde que estamos a falar. Se eu tiver uma dor de dentes procuro um dentista… se necessitar de serviços de contabilidade procuro um contabilista… portanto, se eu necessitar de um profissional para me ajustar a bicicleta tenho que procurar um bom “Fitter”. Este é o grande desafio. Uma coisa é perceber de mecânica de bicicletas e outra é ter formação e conhecimento do corpo humano e quais as implicações que pode haver no atleta ao realizar um ajuste numa bicicleta.  Se pensarmos que o custo de um serviço de Bike Fit é apenas uma ínfima percentagem do custa da bicicleta e que não corro o risco de ter uma lesão… dá que pensar!


Nesta tua actividade e em tudo o que ela desenvolve, como cuidas tu de um empresário? Qual o teu contributo? O maior contributo que se pode dar é fazer com que as pessoas se sintam bem fisicamente. Que possam disfrutar da atividade física sem dor ou desconforto e evoluindo de forma segura e planeada.  É necessário ter a perceção da “dor” da pessoa e ir ao encontro dos seus objetivos de forma segura.  Se falarmos de pessoas que têm como objetivo a perda de peso, a tonificação muscular ou até mesmo a preparação para um Iron Man, estamos a falar de componentes físicas, mentais, emocionais, financeiras. Neste sentido o nosso trabalho abrange um conhecimento vasto para lidar com todo o tipo de pessoas. É necessário conhecer as suas limitações físicas, lesões passadas, assimetrias, entre outros. Fazendo parcerias que sejam uma mais valia para o CAFPT e que se vai repercutir no cliente. Trabalhando com profissionais na área médica. Unindo sinergias. Outro grande desafio é desenvolver esta área de tal forma que me permita ter um estilo de vida cem por cento dedicado a esta paixão. Pretendo ainda iniciar um bloco de workshops nesta área para desmistificar uma series de “mitos” existentes.



Já mudaste vidas? Sentes-te como um elemento activo em todo esse processo de mudança? Como? Para ser franco, vidas acho que não mudei, pelo menos nesta área (risos), mas já mudei o bem estar físico e emocional de muitas pessoas. Disso tenho a certeza. E a confirmação é o fato de ter alunos comigo desde 2013. Sinto-me grato por ter a capacidade de conseguir proporcionar grandes mudanças nas pessoas que me procuram. Nesta área somos de tudo um pouco e a parte da psicologia não é descorada.

 Tens um novo espaço a ser lançado em cascais. Fala-nos um pouco dele e do futuro.

Sim verdade. No inicio de 2018  fui convidado para fazer parte de um projeto aliciante juntamente com dois colegas. Nomeadamente um na área do treino e performance desportiva e o outro na área do hypno coaching e coaching desportivo. Mas não tínhamos um espaço comum em que o atleta pudesse beneficiar de todos os serviços em conjunto. Assim, decidimos partilhar o mesmo espaço e criar eventos de partilha de informação. Convidar parceiros para que possam, em conjunto, partilhar os seus conhecimentos e serviços. Criar alianças. Pretendemos criar um espaço onde o atleta não tem que se preocupar com rigorosamente nada para a sua evolução e melhoria de performance, pois vamos dispor de todos os mecanismos para o efeito. Apenas tem que seguir diretrizes.


Se tivesses de começar de novo, farias tudo igual e  IN PORTUGAL ? Sim, penso que mudaria a forma de abordagem no mercado. Por vezes os mais agressivos sobressaem mais do que os mais profissionais e isso deixa-nos a pensar. Mas penso que é transversal a todas as áreas. O mundo é dos espertos (risos).

 Para ti Portugal vale a pena nesta área? Porquê? Sim. Sem duvida. Ainda nem começamos e eu quero ser referencia nesta área do Bike Fit em Portugal. Portugal demora muito a perceber o caminho certo em certas áreas. Trabalha-se muito no “achismo” achamos que…. Ao invés de termos certeza que… Francamente não acompanho muito este trabalho em Portugal. Tento estar informado sim, mas “bebo” a informação de outros países que trabalham à muitos anos nesta área e estão em constante evolução e estudo. Tenho mais colegas de profissão e pessoas a seguirem-me nas redes sociais e a enaltecerem o meu trabalho do que em Portugal e isso por isso tenho um grande orgulho. Mas por aqui podemos observar como é o nosso mercado. Há muito pouca informação e a que existe é muito básica.

Bike Fit e treino é saúde.

** **


The CAFPT (Center for Physical Evaluation and Training Prescription) is an innovative project whose main objective is to contribute to the improvement of the physical condition of any cyclist, triathlete or race, whether in competition or leisure, planned and targeted. The CAFPT is based on the needs that many practitioners have in improving their knowledge and performances on a physical, technical or mental level. We visited Pedro Tomás CAFPT, and, in a pleasant conversation  we discovered the project 100% in Portugal.

CAFPT


Who is Pedro Tomás? I am a simple person, playful and an authentic lover of life. I live the moment because I do not know what awaits me in the future and whether it is long or not. Increasingly, I seek mental and spiritual fulfillment. I am determined and I fight for my ideals. I focus my attention on the professional side and I love new projects. I live for the most important beeing in my life ... my son Salvador. I also give special importance to love and friendship. I am understandable and gentle and adapt easily to various situations. I love being at home with family or friends, but I need my moments alone. I am usually quiet and harmonious and I seek security, understanding and affection. I fight against my own limits and restrictions with fierce, determination and imagination, overcoming obstacles to achieve success. Facing the challenges is always stimulating. Eternal passionate about sport, especially for cycling, with two appearances in two events of the world championship in the 90's in the BTT slope and the area of physical training in the most varied individual modalities. Positive personnal aspects, disciplined, passionate, playful, friendly, organized, confident and honest. Negative, rigid, critical, excessive, inflexible, insecure and methodical


When did you start your project? The CAFPT idea came in early 2012, but came into effect later this year. There was a need to study, investigate and gather reliable documentation, as well as to find the right person to advise and help me to develop this project. It should be noted that this is a very recent type of service in our country. In this regard, I can not fail to mention the name of the person who was my growth pillar in this area. My professor and friend in college time in biomechanics, Dr. Orlando Fernandes. After numerous conversations with him, I gathered the maximum of filtered information and, together, started the study of the project. It should be noted that the Bike Fit service is pure Biomechanics (bicycle adjustment to the athlete). In CAFPT we work with 3 referenced areas, one of which gave us a projection in the Portuguese market, namely Bike Fit. The Physical Evaluations, the Planning and Prescription of Training and the Personalized Training, are the other areas in which we work in a transversal way with the different modalities. However, those looking for us are people related to cycling, triathlon and running. Currently the average amount spent on bicycles exceeds 2 thousand euros. Too high a value to buy something that brings me loss to the level of my expectations and health rather than being something pleasurable.


The great goal is to give continuity to the way we have been working. Always in a clinical aspect in which the service is not exhausted in the simple adjustment of the bicycle to the customer. Be professional or amateur. It is necessary to know their physical limitations, past injuries, asymmetries, among others. Making partnerships that are an asset for CAFPT and that will be passed on to the client. Working with professionals in the medical field. Joining synergies. Another major challenge is to develop this area in such a way that it allows me to have a hundred percent lifestyle dedicated to this passion. I also want to start a workshop block in this area to demystify a series of existing "myths".


How do you position IN PORTUGAL this sporting area, the importance, attention and care we have with it? Currently this area is little explored IN PORTUGAL. What makes the few who work in the market do not feel pressure and when there is no pressure there is no evolution. I think that all sports agents in this area, namely schools and cycling clubs, running and triathlon and even the shops themselves, play a fundamental role in the evolution of this area. After all, it is health that we are talking about. If I have a toothache I'm looking for a dentist ... if I need accounting services I'm looking for an accountant ... so if I need a professional to adjust my bike I have to look for a good "Fitter". This is the big challenge. It is one thing to realize the mechanics of bicycles and another is to have training and knowledge of the human body and what the implications may be on the athlete when performing an adjustment on a bicycle. If we think that the cost of a Bike Fit service is only a tiny percentage of the cost of the bike and that I do not run the risk of having an injury


In this your activity and in all that it develops, how do you take care of an entrepreneur? What is your contribution? The biggest contribution you can make is to make people feel good physically. That they can enjoy physical activity without pain or discomfort and evolving in a safe and planned way. It is necessary to have the perception of the "pain" of the person and to meet their goals in a safe way. If we talk about people who are aiming for weight loss, muscle toning or even preparing for an Iron Man, we are talking about physical, mental, emotional, financial components. In this sense our work encompasses a vast knowledge to deal with all kinds of people.


Have you changed lives yet? Do you feel like an active element in this whole process of change? How? To be honest, lives I think I have not changed, at least in this area (laughs), but I have already changed the physical and emotional well-being of many people. Of this I am sure. And the confirmation is the fact of having students with me since 2013. I am grateful to have the ability to make great changes in the people who come to me. In this area we are a bit of everything and the part of psychology is not discolored.

You have a new space opened in cascais. Tell us a little of it and tits future.

Yes true. At the beginning of 2018 I was invited to be part of an exciting project together with two colleagues. Namely one in the area of

training and sports performance and the other in the area of

hypno coaching and sports coaching. But we did not have a common space where the athlete could benefit from all the services together. So we decided to share the same space and create information sharing events. Invite partners to share their knowledge and services together. Create alliances. We intend to create a space where the athlete does not have to worry about anything strictly for their evolution and improvement of performance, because we will have all the mechanisms to that effect. You just have to follow guidelines.


If you had to start again, would you do the same and IN PORTUGAL? Yes, I think it would change the way of approach in the market. Sometimes the more aggressive stand out more than the more professional and that leaves us to think. But I think it is transversal to all areas. The world is one of the smart ones (laughs).

For you Portugal is worth in this area? Why? Yes No doubt. We have not even started yet and I want to be a reference in this area of Bike Fit in Portugal. Portugal takes a long time to realize the right path in certain areas. We work a lot in the "achismo" we think .... Instead of making sure that.  Frankly I do not follow this work very much in Portugal. I try to be informed yes, but "drink" information from other countries that have worked for many years in this area and are constantly evolving and studying. I have more colleagues and people following me on social networks and praising my work than in Portugal and that's why I'm very proud. But here we can see what our market is like. There is very little information and the one that exists is very basic.

Bike Fit and workout is health.

0 visualização
0CARRINHO
Quem somos