O Business Model e as Start Up's - Artigo de opinião com Daniel Marrucho

Atualizado: Abr 28


As Startups enfrentam diversos desafios, desde logo no que diz respeito ao planeamento do negócio. Não se trata apenas de uma série de conceitos novos, mas sobretudo de novas metodologias. É neste âmbito que assume particular importância o “Business Model”. A criação de uma empresa ou de um negócio, implica obrigatoriamente um conjunto de trabalhos prévios, nomeadamente no que diz respeito às questões de planeamento. Este planeamento apenas pode dar frutos se envolver a simulação de cenários. O Business Model permite de uma forma simples mas fundamentada efetuar simulações do negócio utilizando diversos cenários, assumindo assim uma importância fundamental para as Start ups diz Steve Blank (Professor em Stanford e Columbia foi o criador da metodologia Customer Relationship Management). O Business Model é o conceito mais utilizado no mundo dos Negócios, e pode ser definido como o método ou modelo que uma empresa e/ou organização usa para conquistar clientes, para o servir e ganhar dinheiro com isso. Além destes conceitos surgem na literatura outros conceitos do Business Model. Stewart and Zhao (Stewart 2000), definem o Business Model como a forma como uma empresa ganha alimento e consegue manter-se lucrativa ao longo do tempo. Em 1998 Adrian J. Slywotzky define o Business Model como a forma como a empresas selecionam os seus clientes, define e diferencia as suas ofertas, define as atividades que a empresa ira desenvolver e quais é que irá terceirizar, define os recursos necessários à prossecução das suas atividades, a forma como chega ao mercado, como cria utilidade ou valor para os seus clientes e obtém o lucro. Este último conceito é muito próximo da metodologia do Business Model Canvas (Professor em Stanford e Columbia foi o criador da metodologia Customer Relationship Management).

A criação de uma empresa ou de um negócio, implica obrigatoriamente um conjunto de trabalhos prévios, nomeadamente no que diz respeito às questões de planeamento. Este planeamento apenas pode dar frutos se envolver a simulação de cenários. O Business Model permite de uma forma simples mas fundamentada efetuar simulações do negócio utilizando diversos cenários, assumindo assim uma importância fundamental para as Start ups. O Business Model é o conceito mais utilizado no mundo dos Negócios, e pode ser definido como o método ou modelo que uma empresa e/ou organização usa para conquistar clientes, para o servir e ganhar dinheiro com isso. Não existe empresa ou organização sem clientes, pelo que podemos considerar os clientes como o centro de qualquer modelo ou plano de negócios. A melhor forma de servir os clientes é proceder à sua segmentação. A segmentação dos clientes corresponde à sua divisão em grupos distintos, de acordo com as suas necessidades e comportamentos comuns ou outros fatores. Em primeiro lugar a empresa deve tomar uma decisão: quais os segmentos de clientes a definir. Em segundo lugar deve ser decidido quais os segmentos que a empresa ou organização vai servir e quais os segmentos é que vai ignorar. Definidos os segmentos de cliente a empresa ou organização tem que identificar como é importante para os clientes, isto é, como criar valor para um segmento de clientes específico. A empresa apenas tem clientes se conseguir satisfazer necessidades ou resolver problemas aos seus clientes, será esse o fim da proposta de valor da empresa ou organização. De salientar apenas que as empresas/organizações podem, em termos dos modelos de negócio desenvolver duas estratégias diferentes: Uma delas movida pelos custos, em que o objetivo é a minimização dos custos em todos os aspectos possíveis mantendo estruturas de custos baixas. Outra movida pelo valor em que existe a pretensão de oferecer propostas de valor de elevada qualidade independentemente dos custos. (...)

Leia na íntegra, ao ser assinante!



The Startups face several challenges, right from the start when it comes to business planning. It is not just a series of new concepts, but above all new methodologies. It is in this context that the “Business Model” assumes particular importance.   The creation of a company or a business, necessarily implies a set of previous works, namely with regard to planning issues. This planning can only bear fruit if it involves scenario simulation. The Business Model allows in a simple but wellfounded way to carry out business simulations using different scenarios, thus assuming a fundamental importance for Start ups says Steve Blank (Professor in Stanford e Columbia and founder of the Customer Relationship Management model) . The Business Model is the most used concept in the business world, and can be defined as the method or model that a company and / or organization uses to win customers, to serve you and to earn money from it. In addition to these concepts, other concepts of the Business Model appear in the literature. Stewart and Zhao (Stewart 2000) , define the Business Model as the way a company earns food and manages to remain profitable over time . In 1998 Adrian J. Slywotzky defines the Business Model as the way companies select their customers, define and differentiate their offerings, defines the activities that will now develop and which it will outsource defines the resources to accomplish its s mares activities , the way it reaches the market , how it creates utility or value for its customers and makes a profit. This last concept is very close to the Business Model Canvas methodology . The creation of a company or a business, implies mandatory a set of previous works, namely with regard to planning issues. This planning can only bear fruit if it involves scenario simulation. The Business Model allows in a simple but well-founded way to carry out business simulations using different scenarios, thus assuming a fundamental importance for Start ups. The Business Model is the most used concept in the business world, and can be defined as the method or model that a company and / or organization uses to win customers, to serve you and to earn money from it. There is no company or organization without customers, so we can consider customers as the center of any business model or plan. The best way to serve customers is to proceed with your segmentation. The segmentation of customers corresponds to their division into distinct groups, according to their needs and common behaviors or other factors. First, the company must make a decision: which customer segments to define. Secondly, it must be decided which segments the company or organization will serve and which segments it will ignore. Once the customer segments are defined, the company or organization has to identify how important it is to customers, that is, how to create value for a specific customer segment. The company only has customers if it can satisfy needs or solve problems for its customers, that will be the end of the company's or organization's value proposition. It should be noted that companies / organizations can, in terms of business models, develop two different strategies: One of them driven by costs , in which the objective is to minimize costs in all possible aspects while maintaining low cost structures. Another driven by value where there is a claim to offer high quality value proposals regardless of costs. (...)

Subscrive to read it all!

0 visualização
0CARRINHO
Quem somos