DIFERENT STYLE - WOMEN'S MOTORCYCLE GEAR

Nesta edição da INPortugal Business & People Magazine fomos conhecer quem é a Different Style – Womens Motorcycle Gear -  e a Diana Diogo a cara do projecto, numa conversa com muito boa disposição e energias positivas; um projecto dedicado exclusivamente às motociclistas Portuguesas, cada vez em maior número, e afirmação da sua identidade feminina.


In this issue of INPortugal Business & People Magazine we got to know who is Different Style - Womens Motorcycle Gear - and Diana Diogo the face of the project, in a conversation with very good mood and positive energies; a project dedicated exclusively to motorcyclists Portuguese, increasingly in number, and affirmation of their feminine identity.


INP> Quem é a Diana Diogo?

DD>A Diana é uma mulher tímida, que gosta de estar sossegada e de passar despercebida. Cresceu a brincar na rua, como a maioria das crianças da sua geração, naquela que ela ainda sente como a sua terra, Belém, em Lisboa. Sempre trabalhou em escritórios, na área de Gestão, porque os números a fascinavam. Há 7 anos atrás conseguiu finalmente concretizar um sonho de criança e comprou a sua primeira mota. Como não tinha a certeza se se iria adaptar, não quis fazer um grande investimento, então comprou uma maxi-scooter em segunda mão, de uma marca chinesa pouco conhecida. Foi a sua companheira durante 3 anos. Continuou nas maxi-scooters, porque são super versáteis e muito práticas, mas desta vez adquiriu uma mota de melhor qualidade. Às vezes sente-se uma indiana a transportar o mundo em cima de uma moto!! Aos fins de semana ou em viagens, troca o banco da frente da sua mota, pelo banco de trás da do seu companheiro e adora! Acho tão romântico irem os dois juntinhos! Além de que pode tirar fotos e desfrutar muito mais da paisagem. Adora o contacto com a Natureza, relaxa-a e equilibra-a. Talvez por isso goste tanto de andar de mota. “Estamos mais próximos, não há o isolamento da “cápsula” que é o carro, estamos ali, a sentir tudo, o vento e a chuva, o calor e o frio, com as árvores à distância de um braço e as aves a voarem por cima. É uma sensação extraordinária!”, diz.



INP> Como surgiu a ideia da Different Style - Women's Motorcycle Gear? DD> A ideia da Different Style surgiu de uma necessidade minha. Em pequena, quando sonhava em andar de mota, imaginava-me uma mulher muito feminina e elegante. Quando a comprei e procurei equipamentos de segurança, encontrei apenas equipamentos tecnicamente muito bons mas que não me faziam sentir feminina, pelo contrário, sentia que me faziam perder a minha identidade. Fui pesquisando e encontrando alternativas interessantes, mais ao meu gosto pessoal, mas estavam fora do país e eu tenho alguma resistência a comprar sem experimentar. Foi nessas pesquisas que descobri, em França e Inglaterra, este conceito de lojas exclusivas para mulheres, com uma oferta bem diversificada e abrangente. Fiquei maravilhada! Senti-me uma criança numa loja de chocolates! Como eu não era a única mulher a andar de mota e a queixarme da oferta que encontrávamos no nosso mercado, achei que trazer este conceito para cá fazia todo o sentido e foi assim que nasceu a Different Style.

INP> Á quantos existe e como tem vindo a crescer? DD> A Different Style surgiu em 2017, altura da sua constituição. Durante 2017 o foco foi a loja online (www.differentstyle.pt), com a escolha da plataforma, do layout e a introdução dos equipamentos selecionados. Rapidamente senti que era necessário um espaço físico. Apesar de a tendência de crescimento do comércio ser nas compras online, percebi que neste género de roupa, mais rígida e cheia de proteções, ainda não se enquadra muito bem nessas estatísticas. Ainda mais que nós mulheres gostamos de experimentar e de ver como nos assenta para comprarmos com confiança. Foi assim que surgiu a oportunidade de ter um showroom na Amadora Inova, uma incubadora de empresas. A Amadora Inova acreditou no projecto e as condições que oferece a quem está a começar são muito interessantes. A inauguração deste Showroom foi em Março de 2018 e tem sido fundamental para o crescimento da Different Style. Haver este espaço onde as clientes podem vir conhecer os produtos, tocar-lhes e experimentar, tem sido essencial.

INP> Onde se situa o espaço de venda? DD> O Showroom fica na Amadora Inova, na Rua Henrique de Paiva Couceiro n.º 10, Venda Nova - Amadora


INP> Pensas ter marca própria? DD> As marcas estão a acompanhar a tendência de haver cada vez mais mulheres a andar de mota e estão ao melhorar a sua oferta. Ainda assim, há muito espaço para evoluir e continuo a sentir algumas faltas no mercado. Por isso, sim, gostaria de avançar para uma marca própria.   INP> Quais os planos para o futuro? DD> Ainda há tanto para fazer! Mas o objetivo principal neste momento é conseguir uma estrutura suficientemente sólida para mudar o showroom para uma loja de rua, com maior visibilidade e proximidade da cliente.   INP> Quem são as clientes que te procuram? DD> Eu diria que serão sobretudo mulheres entre os 30 e os 45 anos. São tanto condutoras como passageiras, ou as duas coisas como eu. São mulheres decididas, que gostam de se sentir bonitas, femininas e enquadradas tanto quando estão na moto como depois de estacionar e vão para os seus destinos. A reação tem sido unânime, quando chegam e encontram tanta diversidade de oferta, de sentirem que finalmente têm uma casa, um espaço que é delas e isso deixa-me de coração cheio!

INP> Que critérios de compra utilizam? DD> Os focos principais de uma mulher na escolha dos seus equipamentos são o design e a estética. Tem de ser giro, ter um corte e uma cor que siga as tendências da moda e combinar com o estilo da moto que, por sua vez, já reflete o seu estilo pessoal. Depois tem de assentar na perfeição e, de preferência, disfarçar aquele “defeitozinho” que só nós conhecemos. E como estão numa loja que vende equipamentos para andar de mota, os requisitos de segurança são um dado adquirido pelo que nem sentem necessidade de explorar essa questão.



INP> Who is Diana Diogo?

DD> Diana is a shy woman who likes to be quiet and to go unnoticed. She grew up playing in the street, like most children of her generation, in what she still feels like her land, Belém, in Lisbon. She has always worked in offices in management because the numbers fascinated her. 7 years ago finally managed to realize a child's dream and bought her first motorcycle. Since she wasn't sure if she would adapt, she didn't want to make a big investment, so she bought a second-hand maxi-scooter from a little known Chinese brand. It was her "mate" for 3 years. she continued on the maxi-scooters because they are super versatile and very practical, but this time she bought a better quality motorcycle. Sometimes she feels like an Indian woman transporting the world on a motorcycle !! On weekends or while traveling, she swaps the front seat of her bike for the back seat of her partner's bike and she loves it! I find it so romantic to go both together, she says! In addition you can take photos and enjoy the landscape much more. She Loves the contact with nature, relaxes her and balances all. Maybe that's why i enjoy riding a motorcycle so much, she says. “We are closer, there is no isolation of the“ capsule ”that is the car, we are there, feeling everything, the wind and the rain, the heat and the cold, with the trees at arm's length and the birds flying over. It feels amazing! ”she says.

INP> How did the idea of Different Style - Women's Motorcycle Gear come up?

DD>The idea of

Different Style came from a need of mine. As a child, when I dreamed of riding a motorcycle, I imagined myself as a very feminine and elegant woman. When I bought the bike and looked for safety equipment, I found only technically very good equipment that didn't make me feel feminine, on the contrary, I felt that they made me lose my identity. I have been researching and finding interesting alternatives, more to my personal taste, but they were out of the country and I have some resistance to buy without experimenting. It was in this research that I discovered, in France and England, this concept of women-only stores, with a very diverse and comprehensive offer. I was amazed! I felt like a child in a chocolate shop! As I was not the only woman to riding a motorcycle and complaining about the offer we found in our market, I thought bringing this concept here made perfect sense and that's how Different Style was born.

INP> How many are there and how has it been growing? DD> Different Style started in 2017, when it was founded. During 2017 the focus was on the online store (www.differentstyle.pt), with the choice of platform, layout and the introduction of selected equipment. I quickly felt that a physical space was needed. Although the growing trend of commerce is in online shopping, I realized that this kind of clothing, more rigid and full of protections, still does not fit these statistics very well. Especially as we women like to experiment and see how it fits us to shop with confidence. That's how the opportunity arose to have a showroom at Amadora Inova, a business incubator. Amadora Inova believed in the project and the conditions it offers to those just starting out are very interesting. The opening of this showroom was in March 2018 and has been instrumental in the growth of Different Style. Having this space where customers can come to know products, touch them and try them has been essential.


INP> Where is the sales space located? DD> The Showroom is in Amadora Inova, Rua Henrique de Paiva Couceiro nº 10, Amadora.

INP> Do you think you have a private label? DD> Brands are following the trend of more women riding motorcycles and are improving their offerings. Still, there is a lot of room to evolve and I still experience some shortages in the market. So yes, I would like to move to a private label.

INP> What are your plans for the future? DD>There is still so much to do! But the main goal right now is to get a structure strong enough to change the showroom to a street store, with greater visibility and proximity to the customer.

INP> Who are the clients looking for you? DD> I would say that they will be mostly women between 30 and 45 years old. They are both conductive and transient, or both like me. These are determined women, who like to feel beautiful, feminine and fit both when they are on the bike and after parking and go to their destinations. The reaction has been unanimous, when they arrive and find so much diversity of offer, to feel that they finally have a home, a space that is theirs and that makes my heart full!

 INP> What purchase criteria do you use? DD> A woman's main focus on choosing her outfits is design and aesthetics. It has to be cute, have a cut and color that follows fashion trends and match the style of the bike that, in turn, already reflects your personal style. Then you have to settle perfectly and preferably disguise that “little bug” that only we know. And as they are in a shop that sells motorcycle equipment, safety requirements are taken for granted, so they don't even feel the need to explore that issue.




0 visualização
0CARRINHO
Quem somos